27 | Melhores Adaptações de Terror


Baixar MP3Baixar ZIPAssinar o Feed

 

Neste episódio, Rafael Franças (@maisresenhas), Anna Schermak (@annaschermak) e Mateus Lins (@mr_lins) bateram um papo sobre adaptações e citaram aquelas que consideram as melhores no gênero de “terror”.

 

Não deixe de conferir

 

Evento em Fortaleza – Lançamento da antologia “Olhares Daqui Pra Nós” no CUCA Barra, a partir das 16 horas da tarde, neste sábado, dia 15 de fevereiro.

Evento em Fortaleza – O Sábado Literário ocorrerá no Shopping Benfica, neste mesmo sábado (15 de fevereiro), a partir das 17 horas.

Evento em Curitiba – Clube do Livro Fantástico no dia 8 de março. Clique AQUI para mais informações.

Evento em Curitiba – Encontro de Leitores no dia 15 de março. Clique AQUI para mais informações.

Preencha o formulário da PODPESQUISA clicando AQUI.

Assina o canal do Pausa Para um Café no YouTube clicando AQUI.

ZaaHost – Sites com Segurança, Qualidade e Suporte 24h!

 

Programa comentado

 

LITERÁRIOCAST 26 | As capas são realmente importantes?

 

Obras comentadas

 

Filme – O Exorcista

Filme – Drácula de Bram Stoker

Filme – Psicose

Filme – O Bebê de Rosemary

Filme – Colheita Maldita

Filme – Coleção Stephen King

Filme – Entrevista com o Vampiro

 

Dica da Vez

 

Jogo – Clock Tower 3

Filme – Os Suspeitos

Filme – A Cela

 

Acompanhe os próximos programas

 

Assine o LiterárioCast no iTuneshttp://itunes.literariocast.com/

Curta nossa Fan Pagewww.facebook.com/literariocast

Para críticas e/ou sugestões envie e-mails para: literariocast@pausaparaumcafe.com.br

Feed do LiterárioCast: http://feeds.feedburner.com/literariocast

Visite nossa página no YouTuner.

Visite nossa página no PodFlix.

  • Ouvindoooooooooooo! o/

  • Anderson Mattozinhos

    Baixando…

  • O Iluminado tá mais pra filme de comédia pra mim. E não é querendo depreciar o filme, ali é o Jack Nickolson forçando muito a atuação tentando assustar. Cheguei a ter vergonha alheia assistindo.

    Nunca li O Iluminado.

    • Acho que pra assistir você tem que tá em mente que o filme é um longa oitentista né. Não sei, vai de gosto também né, não sei rsrs. Até mais Thiago!

      • Anna S. Alves

        Eu gosto do Iluminado, mas é um daqueles filmes que não arrisco ver novamente, ele é melhor na minha mente.

        • HAHAHAHHAHA, comentário da Anna, vou usar isso pra vida. 😛

  • Oi seus lindos!

    Gostei bastante do cast, é um papo muito descontraído e bacana sobre um tema que sempre dá pra cabeça: adaptações. Concordo com a Anna, as pessoas tem que mudar um pouquinho e aceitar que um filme é diferente de um livro, e acrescento ainda: a gente sempre imagina as coisas de um jeito, assim como o diretor, e o roteirista, e o teu vizinho. A gente não vê por aí tantas interpretações diferentes de um livro? Same thing.

    Agora, sobre Kubrick vs King, tenho que dizer. O Stephen King ~não~ odeia o filme, muito menos odeia Kubrick. Eles só se falaram duas vezes: uma vez antes da produção, e outra durante, quando rolou essa pergunta de ‘você acredita em deus’ e pans. O stress do autor é com a Warner, por causa de contrato. Em uma entrevista, o Stephen diss que uma obra não diminui a outra, já que as pessoas acabam procurando o filme depois de ler, ou o livro depois de ver. Resumindo: mesmo que muita gente fale dessa briga, ela nunca existiu, a não ser na Internet. (recomendo a leitura de ‘Dissecando Stephen King’, uma capa medonha, mas com conteúdo bem bacana)

    Acho que era isso, volto a aparecer aqui pra incomodar vocês 😀

    Beijo!

    • Olá, tudo bem Raquel? Nossa, muito obrigado pelas informações. Já com relação a “Dissecando Stephen King”, eu sempre fui muito relutante em lê-lo porque eu sempre imagino informações desnecessárias que remetam a algum livro que eu gostei muito, parecido com as declarações da Rowling e Harry Potter, sabe? mas enfim, obrigado por comentar e será bastante pertinente ler o seu comentário no próximo programa! Até mais e obrigado por comentar.

      • Achei o livro interessante por reunir entrevistas e tal. Claro que, desde que ele foi lançado (1990), pode ter havido discussões e brigas entre King e Kubrick (que morreu em 1999), mas pelo que deu pra entender lá, é isso aí. 🙂

        Beijo! Volto sempre :}

  • Anderson Mattozinhos

    The Band Perry na trilha! Bom gosto hein! rs Ficou bacana!

  • Pâmela Fardin

    Vocês arrasam, sem mais *—* O único filme de terror que eu tive coragem de ver (sim, sou medrosa) foi o Nosferatu, em preto e branco ainda por cima. Fico imaginando o medinho das pessoas na época vendo aquele filme no cinema hahaha.

    Citamos vocês no post do nosso podcast! (http;//literaturandocast.blogspot.com.br). Ainda estamos em fase de adaptação, testando as coisas… enfim. Parabéns pelo podcast <3

    Beijos
    aritmeticadasletras.blogspot.com

    • Nossa, muito obrigado por comentar Pâmela! Vou conferir o podcast de vocês também! Até mais!

      • Anna S. Alves

        Obrigada Pâmela! Vou lá conferir o cast de vocês também!

  • Sammy D’Ávilla, 26 anos, Designer Gráfico

    Muito bom episódio galera! mas tenho que assumir… não tenho coragem de ler livros de terror e muito menos de assistir filme…. Sou muito fraco para essas coisas… rsrs

    No mais o cast está ótimo, como sempre!

    • Anna S. Alves

      Não acredito Sammy! (e agora com os dados para não podermos zuar no cast =/)
      Obrigado piá 😉

  • Gabriel Campos, 24 anos, Publicitário Digital, Petrópolis – RJ
    (antes fosse parceiro da ana, como o Franças disse no LC 26. haha)

    Um melhor do que o outro? Bom, é tudo questão de gosto e saber apreciar, ou não, a história como e onde ela é contada.
    GOOSEBUMPS é um dos meus preferidos, com livros e série de tv igualmente maravilhosos com seus contos de terror, do “grande” R. L. Stine. Em sua maioria, senão todas, são histórias para crianças, mas eu conheci nessa época e por isso acho que tudo bem. haha
    O engraçado (triste) é ver filmes como Click e lembrar de um conto do escritor. Ideias sendo roubadas? Eu já não sei, mas que é a mesma onda é.. ou estou enganado?

    • … pior que não cara rsr
      Até mais, obrigado por contribuir com os comentário Gabriel! Até Mais!

  • O Nevoeiro do Steophen King está no topo da minha lista de adaptações de terror. Ele é um daqueles filmes que “falam sobre o que não falam”. A maioria das pessoas entrou no cinema buscando um filme de terror assustador e encontrou insetos voadores gigantes. Mas o filme não é sobre isso, o filme é sobre como as pessoas reagem em situações extremas, sobre os arquétipos que se desenvolvem quando a esperança já não existe, e com o final surpreendente, o filme fecha com um terror psicológico que te deixa pensando por dias.

    • Cara, do gênero de terror eu também considero O Nevoeiro, sem dúvida, o mais surpreendente. Até mais e obrigado por comentar!

  • Pingback: RC #78 | ROBOCOP: SUCESSO? | Renegados Cast()