87 | A identificação com o personagem


Baixar MP3Baixar ZIPAssinar o Feed

 

Neste episódio, Rafael Franças (@literariocast), Mateus Lins (@mr_lins) e Marcos Dorian Sá (@marcosdorian) bateram um papo sobre a importância do leitor se identificar com os personagens.

 

Baixe o programa

 

Para realizar o download do programa, clique com o botão direito do mouse em “Download” acima, e clique em “Salvar link como…“.

Para baixar no formato .zip, clique com o botão direito do mouse em “Download“, e clique em “Copiar endereço do link“. Em seguida, abra o link “Zip” acima, vá no espaço indicado, clique com o botão direito do mouse e clique em “Colar“. Clique em “Convert file“.

 

Não deixe de conferir

 

Programa comentado na leitura de e-mails
Apoie a antologia 'Sentimentos à Flor da Pele'

Clique e apoie nosso projeto: www.catarse.me/sentimentosaflordapele

 

Dica da Vez

Livro – O demonologista

Livro – Luz em Agosto

Livro – Truque de Mestre (Trailer)

 

Acompanhe os próximos programas

 

Assine o LiterárioCast no iTuneshttp://itunes.literariocast.com/

Curta nossa Fan Pagewww.facebook.com/literariocast

Nos siga no Twitterhttps://twitter.com/literariocast

Nos siga no Google+https://google.com/+LiterariocastPodcast/

Para críticas e/ou sugestões envie e-mails para: contato@literariocast.com

Feed do LiterárioCasthttp://feeds.feedburner.com/literariocast

Visite nossa página no YouTuner.

Visite nossa página no PodFlix.

  • WilsonBemloco

    Parabenizar a equipe do literáriocast, por mais um cast com um teor reflexivo, sobre personagens e suas storylines.

    Uma coisa que queria comentar é que sim muitas vezes nos identificamos com o vilão e não com o protagonista ou herói. E vou usar o mesmo argumento acho que do Mateus, o vilão é um ser que em alguma parte do discurso dele há um pouco de nós ali, pois nós humanos sempre temos desejos e interesses que podem ser considerados errados ou negativos.

    Além do que vou comentar um pouco sobre o contrário da identificação, e sim a completa aversão a um determinado personagem. No meu caso ocorreu com o Cemitérios de Dragões do Raphael Draccon, autor que me decepcionou um pouco com esse livro, eu tinha tido um boa impressão do autor com Fios de Prata, mas quando parti para esse livro me deparei com personagens estereotipados e alguns até mesmos babacas! Tenho certa aversão a personagens babacas e pessoas babacas, e nesse momento isso complicou muito minha leitura, quando você tem personagens que são só nomes, e não seres que partilham da mesma aventura que você, isso quebra toda a magia da leitura. Até hoje o livro está parado na minha estante, e como fã do autor pretendo ainda ler Dragões de Éter, mas o atual Draccon se mostra um pouco comercial demais e pouco autoral.

    Eu sei que pode parecer um rage sobre o livro, mas só quis deixar minha opinião sincera, quando algo do gênero aconteceu comigo.

    Muito sucesso a todos do literáriocast! E um belo natal a todos vocês!

    • Exatamente isso cara! Os vilões têm defeitos e são esses que fazem eles se aproximarem de nós como leitores. Já cai na sua mesma decepção com alguns livros. As vezes você não precisa se identificar, o personagem tendo carisma já é suficiente. O ruim é quando alguns livros não tem nenhum dos dois. Abando no o livro sem pensar duas vezes rs

      Até mais, obrigado por ouvir e comentar cara!

  • Pingback: LITERÁRIOCAST 88 | A classe social da literatura | LiterárioCast()

  • Mateus Folletto

    Pode abrir o peito cara, tu queria dizer “Como o Cazuza era um bosta” XD